atendimento@usdcambio.com.br       +55 (84) 3314-0023

FAQ's

DÚVIDAS MAIS FREQUENTES

Veja aqui algumas das dúvidas mais frequentes dos nossos clientes com relação aos serviços aqui oferecidos:

 
Quais as vantagens de efetuar operações de câmbio na U$D Câmbio?

Na U$D Câmbio você tem a garantia de estar comprando moedas estrangeiras de um estabelecimento especializado em operações de câmbio autorizado pelo Banco Central do Brasil. Você receberá o Boleto (contrato de câmbio) que lhe permitirá sair legalizado do país e que poderá ser exigido a qualquer momento na hora da viagem.

Qualquer pessoa pode comprar ou vender moeda estrangeira?

Via de regra, sim. Qualquer pessoa pode ir a uma instituição autorizada pelo Banco Central para comprar ou vender moeda estrangeira. Como regra geral, para a realização das operações de câmbio, é necessário respaldo documental.

Quanto um viajante pode comprar em moeda estrangeira para turismo no exterior?

Não há limite para comprar ou vender moeda estrangeira, desde que sejam comprovados  a origem dos recursos negociados. As normas cambiais não impõem limites para essa finalidade, cabendo à instituição financeira zelar pela licitude da operação, particularmente no que se refere à identificação do cliente e à origem dos recursos utilizados no pagamento.

Quais são os documentos necessários para aquisição de moeda estrangeira?

Os documentos que devem ser apresentados dependem do tipo e valor da operação. Para brasileiros, nas operações onde os limites não ultrapassem R$ 10.000,00 (últimos 31 dias), ou R$ 20.000,00 (últimos 06 meses), a documentação é a seguinte:

- Brasileiro residente no país:
Carteira de Identidade (RG), CPF e Comprovante de residência.

- Brasileiro com dupla nacionalidade:
Permanece a identificação para brasileiro.

- Estrangeiro residente no país:
Registro Nacional de Estrangeiro (RNE), CPF e Comprovante de residência . Segue os valores para brasileiros.

- Estrangeiro do MERCOSUL:
Documento de Identificação de seu país (equivalente ao RG com foto).

- Estrangeiro que não pertence ao MERCOSUL: 
Passaporte.

Valores para estrangeiros:
Compra: O equivalente a R$ 10.000,00
Venda: O equivalente a USD 3.000,00

OBS: Verifique a necessidade de apresentação de documentação adicional, caso a operação ultrapasse os limites estipulados acima.

Quais as formas de pagamento nas operações de câmbio de moeda estrangeira?

· Valor até R$ 10.000,00 (dez mil reais) o pagamento pode ser efetuado através de, DINHEIRO EM ESPÉCIE, DOC ou TED.

· Valor superior a R$ 10.000,00 (dez mil reais) o pagamento deve ser efetuado via TED.

· Pessoa Jurídica somente através de transferência bancária.

OBS. É imprescindível que as transferências sejam efetuadas diretamente da conta corrente do titular do boleto, (Contrato de Câmbio).

O que é contrato de câmbio, (boleto de câmbio)?

O contrato/boleto é o documento oficial legal que ampara todas as operações de compra e venda de moedas estrangeiras autorizadas pelo
regulamento do Banco Central. Este boleto/contrato deverá estar com todos os campos devidamente preenchidos, e de forma legível.

É preciso manter o contrato de câmbio, (boleto)?

Sim. O contrato de câmbio/boleto de câmbio é o comprovante que garante a licitude e a origem da operação. Ele poderá ser solicitado quando você for sair do Brasil ou ao entrar em outro país. 
O boleto de câmbio respalda o lançamento contábil se necessário.

Há alguma taxa ou comissão que eu tenha que pagar além do preço?

Nas operações de câmbio existe a cobrança do IOF (Imposto sobre operações financeiras) no valor de 0,38% sobre o valor em moeda nacional, que deverá ser decrescido ou acrescido conforme a operação.
Para os casos de cartões pré-pagos, a alíquota do IOF é de 6,38% sobre o valor em moeda nacional.

Quais as formas de entrega da moeda estrangeira vendida aos clientes?

Em espécie (papel moeda);
Em Cartão Pré Pago CashPassport Mastercard;
Em Cartão Pré Pago VISA.

Vou viajar para o exterior. É melhor comprar Dólar ou moeda do país de destino?

Independente do país onde você pretende viajar é recomendável adquirir a moeda local, assim você evita uma segunda troca que irá custar no mínimo 5% do valor. Diante da indisponibilidade de algumas moedas dê preferência a compra de Dólar Americano ou Euro.

Porque existe diferença entre a taxa que está no jornal e a que está sendo vendida?

A Taxa informada no Jornal impresso informa a cotação do dia anterior. A taxa informada na televisão reflete a média nacional de compra e venda, até aquele instante do dia. A taxa do dólar turismo é um pouco mais alta do que a do dólar comercial, pois este geralmente é negociado para importação e exportação.

As taxas podem ser diferentes para moeda em espécie, cartão pré pago e remessas?

Sim, cada produto tem diferentes custos operacionais.

Existe alguma taxa de câmbio fixado pelo Banco Central?

Não. As taxas de câmbio são livremente pactuadas entre as partes contratantes, ou seja, entre a pessoa e a instituição autorizada ou entre os
agentes autorizados. O Banco Central apenas divulga a taxa média praticada no mercado de câmbio, tomando por base as operações realizadas no
mercado interbancário.

Ao viajar para o exterior devo declarar o quanto estou levando em moeda nacional ou estrangeira?

Todo viajante que deixar o país ou nele ingressar portando valores acima de R$ 10.000,00 (dez mil reais) ou o equivalente em moeda estrangeira deve efetuar a e-DBV - Declaração Eletrônica de Bens do Viajante junto a SRF(Secretaria da Receita Federal).

Qual o valor que uma pessoa pode portar na entrada ou saída do país?

Qualquer valor. Entretanto, sempre que o valor portado for superior a R$ 10.000,00 (dez mil reais) ou seu equivalente em outra moeda é obrigatória declaração prévia junto a SRF (Secretaria da Receita Federal). No site da Receita, você pode fazer a declaração eletrônica de porte de valores (e-DPV) e obter maiores informações sobre o procedimento.
Acesse: https://www.edbv.receita.fazenda.gov.br/edbv-viajante

Posso comprar moedas estrangeira para turismo a prazo, com cartão de crédito ou débito?

Por determinação do Banco Central, nenhuma operação de câmbio pode acontecer com pagamentos a prazo, ou seja, não é aceito cartão de crédito. O pagamento pode ser feito em espécie, transferência bancária, DOC ou TED e em breve aceitaremos a opção de débito.